ESQUADRIAS PORTAS E JANELAS DE ALUMÍNIO

ESQUADRIAS PORTAS E JANELAS DE ALUMÍNIO

Quando se trata de problemas nas esquadrias portas e janelas de alumínio, as deficiências só irão se caracterizar depois de instalada chumbada ou fixada. Caso ocorra isso, as esquadrias já estando fixadas trará danos e transtornos comprometendo seu desempenho e qualidade, pois muitas vezes não se pode solucionar o problema no próprio local. A esquadria de alumínio deve ser projetada, fabricada e instalada de acordo com os mínimos padrões de qualidade estabelecidos pela norma técnica vigente pela AFEAL.

É muito importante que o consumidor seja ele construtor, arquiteto, engenheiro ou o cliente comprador esteja ciente do produto que está adquirindo. Portanto, o cliente precisa conhecer mais o produto que está comprando. A BOXGLASS se preocupa em atender da melhor maneira possível as exigências e estar sempre de acordo com as normas técnicas vigente, com isso disponibiliza Manual de uso de conservação, o Guia do Usuário para que o consumidor consiga identificar da melhor maneira o produto que está adquirindo.

A BOXGLASS faz Produtos com segurança e de qualidade, além da eficiência e comprometimento com o cliente. As esquadrias são muito resistentes desde que sejam instaladas de forma correta com um profissional. Oferece segurança para chuvas e ventos fortes proporcionando tranquilidade. A BOXGLASS garante o que há de melhor em esquadrias de alumínio.

VANTAGENS DO USO DE ESQUADRIAS PORTAS E JANELAS DE ALUMÍNIO

São muitas as vantagens da esquadria de alumínio. Possuem uma grande variedade e podem receber diversos tipos de vidros, desde o comum á laminados e outros. Estes produtos também são muito resistentes oferece segurança em relação a chuvas e ventos fortes, não oxidam e não perdem o brilho.

O QUE SIGNIFICA ESQUADRIA DE ALUMÍNIO?

Segundo o dicionário significa: Conjunto de peças que formam a moldura que se ajustam as folhas de portas e janelas; caixão, caixonete; caixilho. Então, quando se fala de janelas, portas e venezianas é absolutamente correto pronunciar esquadrias ou caixilhos.

SAIBA OS 9 MOTIVOS PARA VOCÊ USAR ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

1 - LONGEVIDADE

As esquadrias de alumínio possuem grande longevidade devido à resistência à corrosão devido a anodização ou pintura.

2 - DURABILIDADE

A durabilidade das esquadrias de alumínio é extrema importância para prédios e residências, uma vez que a manutenção das edificações está cada vez normatizada e outros produtos da concorrência não garantem a vida útil do material.

3 - VARIEDADE

A variedade das esquadrias de alumínio permite ao arquiteto explorar de forma criativa outros elementos das edificações através da estética, harmonia de volumes e tons com a intenção de produzir um ambiente agradável e aconchegante para convívio interno.

4 - MENOR CONSUMO DE ENERGIA

Economia do consumo de energia pode ser associada a projetos de isolamento térmico, aproveitando detalhes que combinam perfis de alumínio com perfis de poliamida, também como vidros duplos com câmara de ar seco para melhorar o controle térmico.

5 - ISOLAMENTO ACÚSTICO

Existem sistemas no mercado que podem acomodar vidros com até 40 mm de espessura. A norma brasileira ABNTNBR 10821 estabelece os níveis máximos de ruído admissíveis para os diversos tipos de ambientes através das linhas de esquadrias de alumínio.

6 - ISOLAMENTO TÉRMICO

As esquadrias de alumínio da BOXGLASSS estão prontas para oferecer soluções de comportamento térmico para qualquer nível de exigência solicitada, inclusive com o recurso deperfis com "thermo break".

7 - ATRIBUTOS QUE VALORIZAM OS IMÓVEIS

Pela sua incontestável durabilidade, custo baixo em manutenção, desempenho, funcionalidade e estética, as esquadrias de alumínio valorizam os imóveis onde são instaladas em relação a outros materiais mais inferiores e pouco eficientes.

8 - DESIGN E APARÊNCIA

Os fabricantes de alumínio fornecem para o mercado, linhas, modelos e sistemas dos quais permitem que a indústria de esquadrias de alumínio em nosso país, ofereçam uma enorme gama de opções para os projetos a serem personalizados.

9 - COMPORTAMENTO ESTRUTURAL

O comportamento estrutural adequado pode ser garantido por análises e ensaios executados antes da especificação definitiva das esquadrias. A norma brasileira ABNT NBR 10821 estabelece as condições para as análises e ensaios.

PADRONIZADAS X PERSONALIZADAS

As esquadrias padronizadas são produzidas em larga escala, seguindo diversos modelos conforme o catálogo do fabricante. A distribuição é feita através das lojas de materiais de construção ou ainda pelas construtoras, principalmente de edifícios residenciais.
Este tipo de esquadria padronizada é muito mais aceita no mercado, devido seu baixo custo porém não utilizam contramarcos e são fixadas diretamente na alvenaria.

Atualmente, existem novos sistemas de esquadrias que são instaladas em edifícios e comercializadas nas construtoras, através de um bom desempenho apresentado perante a nomra técnica ABNT NBR 10821.

Para a proteção e transporte das esquadrias de alumínio, suas embalagens são de chapa duras e encaixilhadas, tanto na face externa como na interna. Com isso, as chapas têm também a importante função de reforço estrutural para o conjunto até a instalação, preservando as características geométricas. A esquadria padronizada deve ser fixada com o mesmo cuidado dedicado no processo do contramarco, evitando-se falhas e frestas.

ESQUADRIAS SOB MEDIDA

A fabricação de esquadrias de alumínio sob medida é fundamental para quem deseja personalizar e adequar portas, janelas e outros produtos para o projeto da construção de uma obra. Muitas esquadrias já vem com tamanho padrão e vendidas nas lojas, mas quase sempre não se adequam á um tipo de projeto. É muito importante saber escolher o tipo ideal de esquadria e ver se vai encaixar com o projeto de sua construção. O tipo e a arquitetura de uma casa vai influenciar também na hora de escolher este tipo de produto.

SOB MEDIDA PARA EDIFÍCIOS

Para a construção de prédios, a BOXGLASS fabrica esquadrias de alumínio personalizadas para o tipo de projeto da sua obra em larga escala. E com isso, manter o padrão de portas e janelas para todos apartamentos do mesmo edifício.

INSTALAÇÃO SEM CONTRAMARCO

O vão deve ser aproximadamente 5cm maior do que o produto a ser instalado. As grapas fixadas nas esquadrias devem ser abertas e enroladas.
A esquadria colocada no vão deve ser fixada com auxílio de calços. O nível e prumo do produto devem ser verificados com exatidão.
O enchimento com massa deve começar pelas laterais para a fixação das grapas e logo depois fazer o arremate do reboco.

Após o acabamento final (massa fina, gesso, pintura ou revestimento) retire a fita que prende a embalagem cuidadosamente, retirando o Duratex e verificando o funcionamento do produto.

As chapas de proteção só podem ser retiradas após o término dos serviços de acabamento externo de fachada, que, dependendo do tipo de esquadria, pode deixar sem iluminação e muitas vezes sem ventilação natural nos cômodos, exigindo assim, iluminação elétrica para execução do acabamento interno. Após a retirada dos painéis de proteção é necessário vedar as frestas deixadas pelos fitilhos de amarração nos encontros da argamassa com os perfis dos marcos da esquadria.

Para o produto ser instalado de forma adequada, o vão precisa ser de aproximadamente 5 cm maior e as grapas fixadas devem ser abertas e enroladas. Colocada no vão, a esquadria deve ser fixada com auxílio de calços. O nível e prumo do produto devem ser verificados com exatidão. O enchimento com massa deve ser iniciado pelas laterais para a fixação das grapas. Fazer o arremate do reboco. Após o acabamento final (massa fina, gesso, pintura ou revestimento) retire a fita que prende a embalagem cuidadosamente, retirando o Duratex e verificando o funcionamento do produto.

As chapas de proteção poderão somente ser retiradas após o término dos serviços de acabamento externo de fachada, que, dependendo do tipo de esquadria, pode deixar sem iluminação e muitas vezes sem ventilação natural nos cômodos, exigindo assim, iluminação elétrica para execução do acabamento interno. Depois da retirada dos painéis de proteção é necessário vedar as frestas deixadas pelos fitilhos de amarração nos encontros da argamassa com os perfis dos marcos da esquadria.

ESTANQUEIDADE

Para ser considerada um elemento arquitetônico de qualidade, uma esquadria precisa atender diversas exigências como:

Segurança
Envolve comportamentos diante de solicitações mecânicas.

Habitabilidade
Inclui aspectos de estanqueidade, higrotermia, aparência e manobras.

Qualidade dos dispositivos complementares
De estanqueidade e componentes, avaliada indiretamente através dos ensaios de desempenho.

ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO X VENTO FORTE

Na análise da qualidade de esquadrias, o vento é uma solicitação mecânica muito importante. É fundamental que uma janela da qual seja submetida por pressões do vento não apresente problemas de estanqueidade, funcionamento e nem sofra algum tipo de deformação tanto instantânea como residual excessiva.
Desta forma, é possível evitar danos provocados por pressões através de correntes de vento, tentativas sucessivas de fechar a janela e portas emperradas por obstáculos que não são percebidos nos seus marcos ou batentes, crianças exercendo pressão nas folhas das esquadrias como portas e janelas abertas e outros esforços.
Nesta categoria de habitabilidade, merecem atenção pontos importantes como a estanqueidade á água e ao ar. Deve-se considerar a estanqueidade a água como uma condição climática crítica: a ação simultânea de chuva e vento, quando a entrada de água é facilitada pelas deformações de perfis decorrentes da pressão exercida pelo vento.

A permeabilidade ao ar de uma esquadria é a medida da facilidade com que se fazem as trocas de ar do edifício com o ambiente. Seus parâmetros também dependem da localização, do tipo de utilização e da pressão que atua sobre a janela, que lhe causam deformações e aberturas de juntas.

Em relação a durabilidade, a NBR 10821 estabelece verificações da janela no aspecto de seu funcionamento, por meio de tentativas de abertura e fechamento, por ciclos de utilização. Por meio destes ensaios, são testados apenas os comportamentos de seus componentes de movimentação, como roldanas, gaxetas e articulações,além dos efeitos do envelhecimento e ações do ambiente sobre os materiais que constituem os perfis, tais como degradação térmica, foto degradação, água e vapor de água, agentes químicos e agentes biológicos.